lunes, 6 de septiembre de 2010

SAMPAIO, Donizeti - Ribeirão Preto (Brasil)

SAMPAIO, Donizeti (codinome Zeti “O poeta caipira”), nascido de Boa Esperança na Fazenda Lajeado, no Município e cidade de Batatais, Estado de São Paulo, aos 16 de maio de 1955, filho do Senhor Antonio Sampaio e da Senhora Maria José dos Santos Sampaio. Iniciou os estudos em 1961, vindo a cursar oficialmente até o primeiro ano do segundo grau. E extra oficialmente tem estudado principalmente literatura, política, história, ciências humanas, geografia, física, química, atualidades, teologia, e bíblia ao longo de muitos anos.
Em 1976, então Policial Militar trabalhando no Nono Batalhão Metropolitano na Capital do Estado de São Paulo, escreveu o primeiro poema “Esteio de Família” homenageando o Pai, e alguns acrósticos homenageando a mãe a Polícia Militar e outros.
A partir de 2002 veio beber na fonte das poesias: essa importância dos poemas Louros da Mocidade, Recado da Saudade, Bardoso Canto, Fardo Pesado, Degraus da Existência, Higienização Marcante, Éticas Escravas, Lar amado, Equívocos Radicais, etc.
Ribeirão Preto, 13 de maio de 2007.
Publica también sus obras en el blog del Taller Literario "Pluma y Tintero": http://tallerdeescrituraplumaytintero.blogspot.com/
Publicar un comentario

"PLUMA Y TINTERO" - Revista Literaria ahora en versión FLIP (libro Flash)